RELEASES

Treinador brasileiro quebra sequência 100% de Jorge Jesus na Arábia Saudita

O técnico Péricles Chamusca vem mostrando um ótimo início no comando da equipe do Al-Faisaly, da Arábia Saudita. Desde que chegou, são quatro jogos invictos, sendo duas vitórias e dois empates. O último resultado igual no placar, porém, foi especial para Chamusca. A equipe do treinador brasileiro empatou em 1 a 1 com o líder Al-Hilal, treinada por Jorge Jesus, e que vinha em uma sequência de nove vitórias em nove jogos na competição.

No último sábado, em seus domínios, o Al-Faisaly de Péricles Chamusca bateu de frente com a equipe de Jesus e conseguiu o empate após sair atrás no placar devido a um pênalti polêmico, marcado pelo VAR. O treinador enalteceu o feito, lembrando que a sequência do Hilal ainda era maior.

- O Hilal vinha numa sequência de nove vitórias na liga e mais quatro na Copa da Ásia, então eram 13 vitórias seguidas. Conseguimos quebrar isso com um bom jogo, tendo possibilidades de vitórias. Minha equipe vem numa crescente, vinha de quatro derrotas, agora são quatro jogos contra equipes grandes, trabalho fluindo bem, expectativa é crescer ainda mais na competição. É um momento de bons resultados, de crescente - disse Péricles, que completou:

- Foi um jogo em que nossa equipe teve de ter uma organização defensiva perfeita. A equipe deles, além do grande técnico, é muito forte. Muitos jogadores da Seleção, estrangeiros fortes, vindos de Premier League.  A gente precisou de uma organização defensiva muito próxima da perfeição para segurar a pressão deles, principalmente no primeiro tempo, correr menos riscos. Virar 0 a 0. Aí igualamos o jogo na segunda etapa, equilibramos a posse de bola e tivemos chances de vencer.

Chamusca chegou ao Al-Faisaly no meio de outubro. Desde então, sua equipe realizou quatro jogos e quebrou uma sequência negativa. O jogo de sábado, porém, foi a prova máxima da mudança desde a chegada do técnico. Ele, inclusive, conclui explicando como evitou que o Al Hilal conquistasse mais uma vitória.

- Foi um jogo em que trabalhamos a semana inteira buscando trabalhar este nosso terceiro homem e infiltração. O nosso gol foi conquistado dessa forma. Fechamos os corredores, que é um ponto muito forte deles, com nossos extremos, e ainda estivemos mais próximos da vitória do que eles, tivemos muito volume - disse.

Outros Releases