RELEASES

Em seu primeiro ano de Arábia, Chamusca disputa prêmio de melhor treinador

Com o fim do campeonato saudita, os prêmios individuais começam a ter os concorrentes divulgados. Na categoria de melhor treinador está o brasileiro Péricles Chamusca, que chegou no mundo árabe nesta temporada.

Contratado pelo Al Faisaly, foi o grande responsável pela campanha da equipe no torneio, a melhor na história do clube. O aproveitamento de 59,1% colocou Chamusca como um dos técnicos mais visados da Arábia Saudita, e fez com que o Al Hilal, um dos mais tradicionais clubes de lá, o contratassem. No Hilal, foram apenas três jogos, com duas vitórias e uma derrota, 66,7%. 

Somando as duas equipes, Chamusca terminou a competição com 60% de aproveitamento nos jogos. 

- Essa oportunidade de ser indicado para disputar melhor treinador foi um reconhecimento do trabalho que foi realizado. Nos dois clubes, tanto no Faisaly, com a melhor campanha de todos os tempos do clube, melhor performance de um treinador na história também - ressaltou o brasileiro, antes de completar:

- Aqui no Hilal conseguindo reestruturar a equipe e quase saímos campeões no final, então esse reconhecimento de trabalho é muito importante, até para continuar e aumentar a valorização dos técnico s brasileiros no mundo árabe - concluiu.

Ao lado de Chamusca, concorrem os portugueses Rui Vitória, vencedor do campeonato com o Al-Nassr, e Pedro Emanuel, vencedor da Taça com o Al-Taween, além do romeno Marius Sumudica (Al-Shabab), e o albanês Besnik Hasi (Al-Raed).

Outros Releases